domingo, 30 de junho de 2013

Vamos ser práticos


Podes conhecer uma pessoa à anos ou acabar de conhecê-la, há aquele momento em que começam a falar mais, aquele momento em que qualquer observador externo diz, «isso vai dar coisa», ao qual nós respondemos «não vai nada, deixa de inventar (...)» e inventamos mil e uma razões para não funcionar.

Bem, há pessoas com as quais se dá aquele bang, pessoas que quando nos mandam mensagem temos de ler logo, porque... pronto, é aquela pessoa...

Ele foi essa pessoa, e chega de enganar-me a mim mesma e fazer de conta que não foi. Porque foi, ponto. À que saber lidar com isso. Prometi a mim mesma que ia deixar de inventar, quando deixar de me sentir assim com ele, ou começar a sentir-me assim em relação a outra pessoa, sigo em frente, até lá vou tentar ignorar as minhas certezas.

4 comentários:

Mel Pereira disse...

Porquê ignorar?

- Dii - disse...

Foi mesmo... pode ter corrigo menos brm mas... aconteceu do jeito que tinha de ser com bons e maus momentos

Luna disse...

E se todos os amigos em comum dizem que vai dar coisa e na realidade não dá? Aconteceu-me exactamente o mesmo e não foi por alguma coisa que eu fiz ou disse que começaram a dizer isso. Na realidade nem sei se me sinto atraída por ele ou se é so amigo... :S

c disse...

Eu tive a sorte de namorar com o meu ''bang'' como tu dizes!
E quando temos a sorte de sermos o ''bang'' dessa pessoa (como no meu caso) passam anos de namoro e continua o bang xD