quinta-feira, 25 de julho de 2013

Ora lá está


«Perdoar é divino, mas mandar à merda é sensacional»