sexta-feira, 2 de agosto de 2013

é um mito!


O facto de conseguires que te odeie é algo que admiro em ti. Não há muita gente que o tenha conseguido, és o segundo ou terceiro que fez esse feito, e ainda me pergunto como...!

Aquela coisa das raparigas gostarem de rapazes que as tratam super bem, que estão sempre lá, que nunca contradizem, com os quais muito raramente discutem, porque, dizem ela, são almas gémeas, é um mito. 

Preciso de me chatear por tudo e por nada, preciso de ser ciumenta como só eu sei ser, preciso de fazer birra só porque posso, e preciso que ele não me sufoque, que não queira que esteja sempre tudo bem... Preciso de picos, que a minha vida seja um montanha russa, porque só dou valor aos altos depois dos baixos. Mas eu sou parva, portanto não liguem.

4 comentários:

Mel Pereira disse...

São as melhores relações as que são pautadas pelo amor/ódio.

Olívia M. disse...

É mesmo um mito.

Sofia disse...

Faz-nos sentir vivas. Eu sou tal e qual mas a maioria das pessoas acha estranho...

Polos disse...

Tá certo.